Capacidade de liderança tem componente genético

Aqueles que se interessam pelo estudo da liderança têm discutido exaustivamente em que medida essa característica é uma habilidade que pode ser desenvolvida e aprendida e até que ponto ela é apenas um fator genético.

Notícia publicada no portal G1 de O Globo, no dia de ontem, divulga que cientistas da University College em Londres, descobriram um gene relacionado com a capacidade de liderança dos seres humanos e que, segundo esses estudos, que envolveram cerca de 4.000 pessoas, de cada quatro casos de traço de liderança, um é ligado a genes. A pesquisa foi publicada na revista “Leadership Quarterly”.

Vejam mais informações a respeito em: Cientistas descobrem gene ligado à capacidade de liderança

Tenho ministrado treinamentos denominados Oficina de Desenvolvimento Gerencial em que, entre outros temas, essa discussão é estimulada e promovida entre os participantes e, em grupo, são analizadas as características desejadas do Líder do Século XXI.

Uma dica de leitura que considero interessante é o livro de Tom Rath e Barry Conchie “Strenghts Based Leadership” publicada pela Gallup Press. Vejam em: About Strengths Based Leadership

Segundo pesquisas realizadas pelo Gallup, três características emergiram desses estudos: 1. Os líderes efetivos estão sempre investindo em seus próprios pontos fortes; 2. Esses líderes procuram se cercar das pessoas certas e, então, procuram maximizar o desempenho de sua equipe; e 3. Os líderes entendem as necessidades de seus seguidores.

Eduardo Leal
Ilustração de autor desconhecido

Liderança