Os Benefícios da Leitura de Poesia

Os resultados de uma pesquisa realizada na Universidade de Liverpool e antecipados pelo jornal britânico “Daily Telegraph”, no dia de ontem, mostram que a atividade do lado direito do cérebro fica intensificada quando o leitor encontra palavras incomuns ou frases com uma estrutura semântica complexa, como a encontrada em textos de poesia, mas não reage quando esse mesmo conteúdo se expressa com fórmulas de uso cotidiano.

Especialistas em ciência, psicologia e literatura inglesa daquela universidade monitoraram a atividade cerebral de 30 voluntários que leram primeiro trechos de textos clássicos e, depois, leram essas mesmas passagens traduzidas para uma linguagem coloquial.

Segundo esse estudo, ler autores como Shakespeare, William Wordsworth e T.S. Eliot, estimula a mente e esses efeitos se mantêm durante um tempo, potencializando a atenção do indivíduo. A poesia, portanto, pode ser mais eficaz, em tratamentos, do que a leitura de livros de autoajuda.

Vejam mais a respeito em: Ler poesia é mais útil para o cérebro que livros de autoajuda, dizem cientistas

Pesquisando uma definição de poesia feita por um dos autores citados, Thomas S. Eliot, encontrei o seguinte:

“Poetry is not a turning loose of emotion, but an escape from emotion; it is not the expression of personality, but an escape from personality. But, of course, only those who have personality and emotions know what it means to want to escape from these things….”

“A poesia não é uma perda de controle da emoção, mas uma fuga da emoção; não é a expressão da personalidade, mas uma fuga da personalidade. Mas, é claro, somente aqueles que têm personalidade e emoções sabem o que significa querer escapar dessas coisas…”

Como admirador da obra de Eliot, no meu outro blog já postei pelo menos duas citações de suas visões poéticas. Vejam em:

Garrafa 156 – O Explorador

Garrafa 182 – Mente tranquila

Acho que agora entendo melhor minhas reações corporais quando entro em contato com essas palavras: É o resultado de alguma agitação no lado direito do meu cérebro …

Eduardo Leal
Ilustração de autor desconhecido

Hemisférios cerebrais